Licenciado em Clarinete pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (Esmae), Valter Osório Palma teve como professores Luís Santos e Nuno Pinto. Participou em Masterclasses em Portugal e Espanha com os professores António Saiote, Michel Arrignon, Thomas Muller, Juan Ferrer, Nuno Pinto, Carlos Alves, José Ricardo Freitas, Luís Santos, Tiago Abrantes, Etienne Lamaison, Vitor Pereira, Valdemar Rodrigues, entre outros. Representou a cidade de Vila Real na Mostra Musical do Eixo Atlântico onde foi finalista na categoria solista e obteve o 1º Prémio na categoria de música de câmara. Em 2012 foi premiado com o 2º Prémio na classe sénior de clarinete no concurso internacional "Terras de La Sallete". Colaborou com a Filarmonia das Beiras, Orquestra Yduko, Sinfonieta da Esmae, Orquestra Ligeira «Douro Cultural» Big Band, Ensemble da Escola Internacional de Música da Fundação Príncipe das Astúrias. Desempenhou as funções de Maestro e Diretor Artístico na Banda Filarmónica de São Mamede de Ribatua desde Outubro de 2009 até Outubro de 2015, conquistando o 3º lugar da II Categoria no “V Concurso de Bandas do Ateneu Vilafranquense”. É aluno de Direção Musical na Academia Portuguesa de Banda tendo como professor o maestro Paulo Martins.

Desempenha as funções de maestro e diretor artístico da Orquestra de Jazz do Douro desde Outubro de 2015.

É membro fundador do ensemble de clarinetes "VR Clarinete Ensemble". Atualmente leciona no Conservatório Regional de Música de Vila Real, na Academia de Música e Artes de Vila Real.

Frequenta o Mestrado em Ensino da Música na Universidade Católica no Porto.

Participou como maestro na 3 edição do Concurso Internacional de Bandas Filarmónicas - CIB Filarmonia D'Ouro em 2016 conquistando o 3º lugar e um 1º Prêmio.

É diretor artístico e maestro da Banda de Música de Carregosa desde Novembro de 2015.