Agenda :

De momento não existem eventos registados

18 de Junho, 2019

Concerto do 148º Aniversário da Banda da Covilhã

Clique na imagem para ver o tamanho original

A Banda da Covilhã celebrou mais um aniversário, o 148º com um grande concerto na Igreja da Santíssima Trindade na Covilhã. O templo encheu-se de público que efusivamente aplaudiu a Jovem Banda da Covilhã. Uma tarde repleta de música e de músicos sob as batutas dos maestros Carlos Almeida e Simão Francisco onde foram interpretadas várias obras originais para orquestra de sopros e percussão.

Ao contrário de outros concertos já realizados com solistas, cantores, bailarinos, teatro, filmes, este concerto foi especial intencionalmente, uma vez que em destaque estiveram os jovens músicos da Banda da Covilhã e a Música. Do programa fizeram parte as seguintes obras: A Festival Prelude de Alfred Reed; Dum Spiro Spero de Chris Pilsner; First Suite in E-flat Major de Gustav Holst; The Last of the Mohicans num aaranjo de J. G. Mortimer; Ciclos e Mitos de Nuno Osório; Sparks of the Oriental Ligth de José Blesa e como extra a segunda valsa de Dimitri Shostakovich.

No decorrer do concerto foram entregues os diplomas 1ª saída aos novos músicos, diploma de agradecimento a título póstumo a Carlos Manuel Paiva Tavares, e a José Pereira pela colaboração de mais de 10 anos fotografando a Banda da Covilhã. Presente o a União de Freguesias de Covilhã e Canhoso que na pessoa do Sr.º Abel Cardoso parabenizou a banda; por parte do município o sr vereador José Miguel Oliveira que agradeceu à banda todo o trabalho de excelência que tem vindo a desenvolver desejando os maiores sucessos.

No dia 1 de Dezembro a banda saiu à rua ao som do hino 1º Dezembro, recriando um facto histórico da data da sua reorganização, precisamente no dia 1 de Dezembro de 1944. Prestou homenagem no cemitério municipal, cumprimentou a autarquia nos paços do concelho. As comemorações encerram no próximo domingo, dia 9 de Dezembro com a eucaristia de ação de graças, almoço de confraternização e batismo dos novos músicos.

Eduardo Cavaco