Nasceu em Azambuja, onde iniciou os seus estudos musicais primeiro em Clarinete com o Maestro João Teófilo, e mais tarde em Fagote com o Professor Carolino Carreira. Em 1990, fez o Curso de Técnicas Orquestrais para Instrumentistas de Sopro em Fagote, na Universidade Menendéz Pelayo com bolsa de estudo da própria Universidade, que viria a revelar-se fulcral na sua opção e decisão de abraçar a carreira artística. Em 1991, após concurso nacional, ingressa na Banda da Armada Portuguesa onde desempenhou as funções de 1º Fagote Solista. Em 1992, ingressa na Escola Profissional de Música de Almada, onde continuou e finalizou os seus estudos em Fagote com o professor Carolino Carreira. Como jovem musico, colaborou com as Orquestras de Jovens do País, e profissionalmente com uma actividade intensa, trabalhou com os mais variados agrupamentos e Orquestras do nosso País, recitou a solo, e fez concertos com imensos e diversificados agrupamentos de música de câmara. Em 2001, terminou os seus estudos em Direcção de Banda, Fanfarra e Brass Band, no Royal Music Conservatorium de Maastricht na Holanda, onde estudou com o Professor Jo Conjaerts. Actualmente a sua actividade está centrada na direcção, trabalhando não só com músicos e agrupamentos profissionais, mas também no meio amador onde desenvolve uma actividade intensa, não só na direcção mas também leccionando em Estágios e Workshops de música, e colaborando com os mais diversificados acontecimentos musicais, tanto em Portugal como no estrangeiro. É Maestro e professor na Escola de Música do Conservatório Nacional e professor de Direcção no Instituto Piaget no Curso Mestrado em Direcção de Banda. É mentor e organizador de alguns eventos musicais importantes no nosso pais, e que dos quais se destaca o Concurso Internacional de Bandas Amadoras "Ateneu Artístico Vilafranquense". Actualmente com o posto de 1º Tenente, Délio Gonçalves é Maestro titular da Banda da Armada Portuguesa.