Avelino Ramos nasceu na Trofa em 1974. Iniciou os seus estudos musicais no Centro de Cultura Musical. No ano de 1993 ingressou na Escola Profissional Artística do Vale do Ave (Artave) na classe de Tuba do Professor Alexandre Fonseca.Em 1996 entra na Academia Nacional Superior de Orquestra onde trabalhou com os professores Ílidio Massacote e Sérgio Carolino, tendo concluído o Bacharelato nesta escola. Em 2001 ingressa na Escola Superior de Música do Porto, onde completou a Licenciatura em Tuba, na classe dos professores Jacomo Barrios e Chris Lee. Neste momento prossegue os seus estudos a título particular com Eduardo Nogueroles. Frequentou diversos cursos de aperfeiçoamento musical com Michael Lind, Phillipe Legris, Oystein Baadsik, Mel Culbertson, Jens Bjorn Larssen , Vicente Lopes, Gene Pokorny, Harvey Phillips, Miguel Moreno e Eduardo Nogueroles. Participou em inúmeros concertos sinfónicos nomeadamente com a Orquestra Artave, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra das Beiras e Orquestra do Norte, onde teve a oportunidade de trabalhar com os seguintes maestros: António Soares, Ernst Schelle, Borges Coelho, Manuel Ivo Cruz, Omri Hadari, Miguel Graça Moura, Vasco Pierce de Azevedo, Marc Tardue, Michael Zilm, José Ferreira Lobo, Tadeusz Serafin, entre outros. Em 2000, fez parte do elenco da Òpera "Satyricon" de Bruno Maderna, integrado nos espectáculos do Porto 2001, da qual recebeu os melhores elogios da crítica especializada. Apresentou-se a solo com o concerto de Bruce Broughton com a Orquestra de Sopros – Cinfães 2004, sob a direcção de Manuel Bonachera. Leccionou na Artave, Escola Profissional de Espinho, Academia de Música da Póvoa de Varzim e Conservatório de Música de Fornos. Actualmente é docente no Conservatório de Música do Porto, Escola Profissional de Música da Jobra e no instituto Piaget em Viseu onde lecciona as disciplinas de Tuba, Naipe e Música de Câmara. Orientou cursos de instrumento em Freixo de Espada à Cinta, Sabrosa e Vale de Cambra, Mirandela (escola profissional) e Coimbra (Conservatório Nacional). É aluno do V ano do curso de Direcção de Banda no Istituto Superiore Europeo Bandistico em Trento Itália, sob a orientação dos professores Jan Cober, Douglas Bostock, Jan Van der Roost, Félix Hauswirth, Carlo Pirola e Gianni Caracristi. Foi entre 2005 e 2009 maestro da Banda Marcial de Ancêde. É chefe de naipe das tubas na Banda Sinfónica Portuguesa, na qual já teve oportunidade de ser dirigido por Francisco Ferreira, Jan Cober, Douglas Bostock , Dario Soutelo e José Rafael Pascual Vilaplana. Dirigiu a Banda Sinfónica Portuguesa em gravação, bem como o ensemble português de Tubas. Foi o maestro convidado pela Orquestra Filarmonia Vermoim, no 1º Estágio de Orquestra de Sopros em 2010.