Natural de Benavente, inicia os seus estudos musicais aos 10 anos na Academia de Amadores de Musica de Lisboa, onde termina o Curso Complementar de Clarinete, com 18 valores. Em 2001 ingressa na Escola Superior de Música de Lisboa, onde conclui em 2004 a Licenciatura em Interpretação, na área de Clarinete com média de 17 valores trabalhando entre outros com Olga Prats (Música de Conjunto) e M. Jerónimo e Francisco Ribeiro (Clarinete) entre outros. Em 2007, realiza Mestrado em Direcção de Orquestra de Sopros, no Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares do Instituto Piaget de Almada, dirigindo o seu exame final a Banda Sinfonica do Exercito (sendo o primeiro civil português a dirigir a Banda em concerto). Trabalhando com os mais pristigiados maestros como: Mitchell J. Fennell, Felix Hauswirth, Jo Konjaerts, Jean-Sébastian Béreau, Délio Gonçalves (Maestro da Banda da Marinha), Ferreira Brito (Maestro da Banda da PSP), Alberto Roque (Maestro da Orquestra de Sopros da ESML) e o Maestro André Granjo. Como formação complementar conta com masterclasses de clarinete e música de camâra, ministradas pelos professores Antony Pay (solista internacional), Yehuda Gilad (Prof. Da Univerty of Southern Califórnia), Fabrizio Meloni (Solista do Teatro La Scala de Milão), Philippe Cuper (solista da opera de Paris), Jonathan Cohler (Prof. Da Univerty of Boston), Carlos Garcia, Venâncio Rius Marti (Solista da Orquestra Sinfónica de Ibiza), Algirdas Burdrys (solista internacional), Alberto Ferrer, Nuno Silva (solista da Orquestra Metropolitana de Lisboa), Francisco Ribeiro (solista de Orquestra Sinfónica Portuguesa), Manuel Jeronimo (prof. da ESML) entre outros. Participa na masterclass organizada pela Escola Superior de Música de Lisboa, sobre música antiga, para clarinete com o professor Lorezo Coppola (Prof. Da Escola Superior da Catalunha - Barcelona). Frequentou ainda diversos cursos organizados pela Academia de Amadores de Música de Lisboa e cursos internacionais de Cascais e Alcobaça, ministrados pelo Professor Manuel Jerónimo. Curso Internacional para jovens músicos promovido pelo INATEL em 1993 na Costa da Caparica e em 1997 (Viseu) e 1998 (Leiria) desempenhando nos dois o papel de solista e chefe de naipe dos clarinets, trabalhando com os professores e Maestros José Monteiro, Agostinho Caineta, Tristão Nogueira, Luís Rego e Paulo Lameiro, entre outros. Na vertente de música de conjunto participa na masterclass com Augustine Wiedemann, organizada pela Academia de Amadores de Música de Lisboa e a masterclass orientada pelo professor Avidis Kouyoumdjian (Prof. da escola superior de Viena - Áustria) organizada pela ESML. Conta ainda com diversos Workshop, na área do jazz, da música improvisada e da música brasileira com, Carlos Zíngaro (música em movimento e improvisação). Com Etiénne Lameison e Paulo Gaspar (jazz e música improvisada) organizado pelo Conservatório Nacional. E com Celso Machado, Ricardo Machado e Ricardo Moyano (música brasileira e harmonia) nos Cursos Internacionais de Santo Tirso. Como formação paralela frequentou o curso livre de Piano na Juventude Musical Portuguesa e noutra vertente musical faz também o “Curso de Engenharia de Som” promovido pela Juventude Musical Portuguesa. Ganhou o 1º prémio de Jovens Criadores organizado pelo Clube de Artes e Ideias, integrado no projecto de música improvisada como membro fundador "Ensemble Raum" em 1999 em Braga e voltou a ganhar o 1º prémio em 2001, com o novo que projecto que funda com os músicos - Fauto Ferreira e João Monteiro - "Osivorpmi Trio" desta vez em Coimbra no Teatro Gil Vicente. Foi membro fundador da “Orquestra de Clarinetes de Almada” – OCL – fazendo parte da mesma até 2006. Faz a estreia de diversas obras de compositores portugueses entre os quais: Sergio Azevedo, Gonçalo Lourenço e João Antunes. Percorre o país para diversos recitais e concertos quer como solista, em agrupamentos de música de câmara e orquestra destacando-se os concertos realizados no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém, Pequeno Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro da Trinadade, Teatro D. Luís, Teatro Gil Vicente, Coliseu do Porto, Teatro Faialense, entre muitos outros. Realizou digressões a França, Espanha e as ilhas dos Açores e Madeira. Gravou para a Antena 2, o concerto com Orquestra e Coro, da Missa "a 4 Concertato" de João José Baldi (1770 1816), realizando na Igreja do Carmo em Lisboa e dirigido pela Maestrina Margarida Simas. Lecionou no Deutsche Schule, a classe de Clarinete e classe de conjunto e na Academia de Amadores de Música de Lisboa as disciplinas de Clarinete e Classe de Conjunto. Lecionou ainda a dísciplina de Música nas AEC´S desde o ano lectivo de 2006- 2009 - Porto Alto – tal como a dísciplina de Música no 3º Ciclo do Agrupamento Vertical de escolas de Porto Alto 2006 2011 e Adros Vedro - Montijo. Foi Presidente da Direcção da Sociedade Filarmonica Benaventense entre 2004 e 2010. Foi director Pedagogico da Academia de Música de Benavente entre 2005 e 2010. Foi Maestro e Director Artistico da Orquestra de Sopros da S.F. 1º de Dezembro de Pragança-Cadaval entre Setembro de 2009 e Agosto de 2012. Foi Maestro e fundador da Orquestra de Sopros de Montejunto. Dirigiu ainda a Orquestra de Sopros do Conservatório Nacional, Banda Sinfonica da Policia de Segurança Publica e Orquestra de Sopros do Instituto Piaget de Almada, Orquestra de Sopros da SFB e Banda Sinfonica do Exercito. É convidado regularmente para efectuar Cursos e Estagios de Verão quer como clarinetista que como Maestro. Actualmente é Maestro e Director Artístico da Orquestra de Sopros do Circulo Cultural e Musical Bombarralense – Bombarral tal como professor de Clarinete e F.M.; e da Orquestra de Sopros da F.P Pedrogão Grande onde exerce as mesmas funções.

Contacto

Telefone: 96 906 52 59
Email: vfeitor@gmail.com
Website: http://www.myspace.com/vfeitor